Categorias
INFORMATIVO

Tv Paga

Na Anatel também é possível verificar quais operadores de banda larga estão licenciados para fornecer serviços de acesso a canais e conteúdo audiovisual. Você já deve ter ouvido falar de IPTV, mas nem todos sabem o que ele é.

O formato de transmissão de TV pela internet é bastante popular pelos motivos errados, por ser muito fácil piratear canais via cabo que são pagos, mas a tecnologia em si não é ilegal. Os sites desses serviços agora apontam para uma página que explica a ação judicial, e como país tem seu próprio sistema judiciário, muito do material ali disposto pode não se aplicar a usuários brasileiros desses serviços.

Claro, há uma série de recomendações e explicações sobre como financiar esse tipo de plataforma é nocivo para a indústria. Mas no Brasil, por exemplo, o consumidor também poderia ser enquadrado em alguns crimes pela nossa legislação atual.

Avaliando em um primeiro momento, a assinatura legal do serviço é realmente “salgada”. Enquanto as operadoras tradiconais chegam a cobrar R$ 300 reais por um pacote básico, isso sem o acesso ao paperview dos campeonatos de futebol (que custam valores que também chegam a essa cifra), uma mensalidade do “Gatonet” sai, em média, por R$ 30. Isso com futebol, canais premium de cinema e séries de TV, além de um pacote especial, com direito a mais de dois mil filmes e conteúdo adulto. Ao todo, as “operadoras” de serviço clandestino chegam a oferecer até 17 mil canais.

Como o serviço compartilha uma única chave de assinatura com milhares de outras pessoas, nem a operadora nem as programadoras recebem o que é devido, sendo essa também prática criminosa. Seguindo a tendência de crescimento nos últimos anos, as competitivas já são líderes em participação no mercado de banda larga fixa em 76% dos municípios brasileiros. As competitivas são todas as empresas que oferecem o serviço de internet fixa, com exceção das grandes operadoras, como Oi, Vivo e Claro.

Se o conteúdo for transmitido sem a prévia autorização da emissora ou produtora se enquadra em pirataria. Por exemplo, se você possui um plano de TV por assinatura e disponibiliza seu sinal por IPTV é ilegal, pois o contrato provavelmente possui uma cláusula de proteção de direitos autorais, limitando para uso doméstico.

Dicas Para Escolher O Modelo Ideal

Os equipamentos e aplicativos que são utilizados para viabilizar a IPTV permitem tanto o acesso aos canais legalizados quanto a reprodução de áudios, vídeos, músicas, imagens e jogos, por exemplo. Cada uma dessas aplicações, captam os sinais dos canais de TV abertos pela internet e oferecem outros recursos de mídia.

A questão é que não há uma regulamentação específica sobre esse tipo de serviço no país, ainda que seja bastante conhecido e buscado pelos brasileiros há anos. O M3U é um arquivo de texto onde são inseridos linhas de programação e listas de arquivos multimídia ou urls.

De acordo com a Associação Brasileira de TVs por Assinatura, estima-se que 4,2 milhões de pessoas têm acesso a canais de TV por assinatura sem pagar no Brasil. E segundo o órgão, essa pirataria do sinal de canais pagos representa uma perda de R$ 9 bilhões por ano para a economia brasileira. Esse tipo de prática ilegal é feita por uma tecnologia chamada Internet Protocol Television , que é a base do funcionamento das chamadas TV Box, popularmente conhecida como “caixinhas”. A PROTESTE alerta que fazer uso desse tipo de aparelho para acessar canais de TVs pagos é uma atividade ilegal.

relação entre IPTV e pirataria

O IPTV só é legalizado quando existe um acordo entre ambas as partes para o envio dos dados. Mas não é somente pelo on demand que podemos assistir televisão pela internet, uma tecnologia vem ganhando força no mercado, a IPTV ou Internet Protocol Television. Com ela podemos ter acesso a qualquer conteúdo televisivo, incluindo programas ao vivo, sem necessidade de cabos ou antenas, tudo transmitido pela internet.

Muitas dessas listas acabam driblando o CAS e/ou o DRM aplicado aos sinais originalmente liberados pelos canais de TV. Essa alternativa para contornar os crescentes preços da TV por assinatura representa uma grande preocupação para detentores de direitos autorais e autoridades internacionais que travaram uma luta contra a pirataria. Segundo Gonçalves, quem oferece sinal pirata pode ser processado criminalmente e na esfera cível. “Se a lei for tratada com rigor, até mesmo o consumidor pode ser penalizado.

O combate, no entanto, deve ocorrer na outra ponta da cadeia”, disse, salientando que é preciso haver trabalho de conscientização. “O estado precisa agir de forma mais enérgica no combate a esses serviços, que são ilegais”, disse Gonçalves. Ele explica que apesar de a Justiça ser eficiente em derrubar alguns sinais, existe uma grande dificuldade em cortar o problema na origem, uma vez que a maioria dos sites ficam hospedados em outros países.

O Que É Iptv

Estes detalhes podem fazer grande diferença na qualidade de uma TV Box 4K e de aparelhos que prometem oferecer uma experiência de uso superior. Modelos com suporte a resolução 4K podem acabar sendo um pouco mais caros do que versões com resolução Full HD, mas a diferença de preço pode ir além da resolução, uma vez que modelos 4K tendem a contar com hardware mais reforçado.

Os preços variam de acordo com o período de fidelidade (com um ano de “contrato”, dá para economizar R$ 110) e número de pontos de acesso simultâneo, que vai até quatro. Antes mesmo de responderem ao “bom dia”, os atendentes já oferecem um teste de quatro horas como degustação do serviço.

Segundo estudo de 2018 do Fórum de Nacional de Combate à Pirataria, se fosse uma operadora formal, a TV pirata seria a terceira maior do melhor iptv país, com cerca de 4,5 milhões assinantes. Segundo a ABTA (Associação Brasileira de Televisão por Assinatura), o prejuízo causado pela pirataria é de R$ 9 bilhões a ano, sendo boa parte de impostos que deixam de ser recolhidos.

Principalmente na lista grátis pegas na internet é muito comum canais saírem constantemente do ar. Os responsáveis por disponibilizar conteúdo ilegal estão sujeitos a penalidades equivalentes as aplicadas a autores de sites que disponibilizam filmes para download.

Deixe um comentário